terça-feira, maio 02, 2006

Estoril Open


Esta semana vou tentar aproveitar ao máximo para ver alguns craques na 17.a edição do Estoril Open, que vai decorrendo até domingo no Jamor.

Hoje tivémos um "tuga" em grande: Frederico Gil conseguiu um feito que há muito não se via neste torneio. Foi o primeiro português a passar a primeira ronda do quadro principal em muitos anos.

O adversário espanhol estava claramente ao alcance de Frederico Gil, que depois de ter perdido o primeiro set, conseguiu dar a volta num encontro muito disputado e emotivo.

Parabéns ao Frederico!

terça-feira, abril 25, 2006

Para os nascidos antes de 1986

Recebi por email e não podia deixar de me rever aqui:

"De acordo com os reguladores e burocratas de hoje, todos nós que nascemos nos anos 60, 70 e princípio de 80 não devíamos ter sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebé eram pintadas com cores bonitas em tinta á base de chumbo que nós muitas vezes lambíamos e mordíamos.

Não tínhamos frascos de medicamento com tampas "à prova de crianças" ou fechos nos armários e podíamos brincar com as panelas.

Quando andávamos de bicicleta, não usávamos capacetes. Quando éramos pequenos viajávamos em carros sem cintos e airbags - viajar à frente era um bónus.

Bebíamos água da mangueira do jardim e não da garrafa e sabia bem.

Comíamos batatas fritas, pão com manteiga e bebíamos gasosa com açúcar, mas nunca engordávamos porque estávamos sempre a brincar lá fora.

Partilhávamos garrafas e copos com os amigos e nunca morremos disso.Passávamos horas a fazer carrinhos de rolamentos e depois andávamos a grande velocidade pelo monte abaixo, para só depois nos lembrarmos que esquecemos de montar uns travões. Depois de acabarmos num silvado, aprendíamos. Saímos de casa de manhã e brincávamos o dia todo, desde que estivéssemos em casa antes de escurecer. Estávamos incontactáveis e ninguém se importava com isso.

Não tínhamos Play Station, X Box. Nada de 40 canais de televisão, filmes de vídeo, home cinema, telemóveis, computadores, DVD, Chat na Internet. Tínhamos amigos - se os quiséssemos encontrar íamos á rua. Jogávamos ao elástico e à barra e a bola até doía! Caíamos das arvores, cortávamo-nos, e até partíamos ossos mas sempre sem processos em tribunal. Havia lutas com punhos mas sem sermos processados. Batíamos às portas de vizinhos e fugíamos e tínhamos mesmo medo de sermos apanhados. Íamos a pé para casa dos amigos. Acreditem ou não íamos a pé para a escola; não esperávamos que a mamã ou o papá nos levassem. Criávamos jogos com paus e bolas. Se infringíssemos a lei era impensável os nossos pais nos safarem, eles estavam do lado da lei.

Esta geração produziu os melhores inventores e desenrascados de sempre.

Os últimos 50 anos têm sido uma explosão de inovação e ideias novas. Tínhamos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade e aprendemos a lidar com tudo. És um deles? Parabéns!Passa esta mensagem a outros que tiveram a sorte de crescer como verdadeiras crianças, antes dos advogados e governos regularem as nossas vidas, "para nosso bem". Para todos os outros que não têm idade suficiente pensei que gostassem de ler acerca de nós. Isto meus amigos é surpreendentemente medonho ... e talvez ponha um sorriso nos vossos lábios: A maioria dos estudantes que estão nas universidades hoje nasceram em 1986...chamam-se jovens. Nunca ouviram "we are the world" e o "uptown girl" que conhecem é dos Westlife e não do Billy Joel. Nunca ouviram falar de Rick Astley, Bananarama ou Belinda Carlisle. Para eles sempre houve uma Alemanha e um Vietname. A SIDA sempre existiu. Os CD's sempre existiram. O Michael Jackson sempre foi branco. Para eles o John Travolta sempre foi redondo e não conseguem imaginar que aquele gordo fosse um dia deus da dança. Acreditam que Missão Impossível e Anjos de Charlie são filmes do ano passado. Não conseguem imaginar a vida sem computadores. Não acreditam que houve televisão a preto e branco."

sábado, março 11, 2006

Por uma pilha de livros 2006



À semelhança do que aconteceu no ano lectivo passado os alunos da Escola E.B1 de Azenhas do Mar estão a proceder à recolha de pilhas usadas, para mais uma vez tentarem ganhar os prémios que o Modelo tem para dar.

Vamos ajudar as crianças a ganhar livros para a sua Biblioteca Escolar.

Para tal podem entregar as pilhas nesta escola (até 15 de Maio).

domingo, novembro 20, 2005

segunda-feira, outubro 03, 2005

Vamos exigir as 35 horas na Escola!!!

Recebi esta mensagem e quero partilhar convosco...Aos meus colegas professores espalhem-na para ver se algumas coisas são esclarecidas...Alguns comentários de colegas sobre a perseguição aos prof's (afinal, os GRANDES culpados do estado do ENSINO em Portugal...)Porque não mudamos de agulha??
Vamos passar a exigir as 35 horas semanais... Assim a nossa sociedade não pode acusar os professores de trabalharem pouco..."Pois eles até se queixam! Querem trabalhar 35 horas... só pode ser porque REALMENTE trabalham mais". Os pais deverão passar a perceber melhor o que se passa... Há muitos que realmente não se preocupam com o trabalho que fazem e quanto menos melhor. Mas desses há em todas as profissões!O que quero é trabalhar 35 horas e não me preocupar mais com a escola. Porque, se a ideia for as 35 horas MAIS não sei quantas fora de horas então que nos paguem para isso, pois não há dúvida que os "gordos" vencimentos que nos pagam são para 35 horas.
Então vai ser o bom e o bonito:"Tenham paciência, mas não trago os testes! É que os computadores estiveram toda a semana ocupados por outros colegas. Fiquei até à hora de sair a olhar para as moscas porque não tinha onde trabalhar (o portátil é MEU, é para actividades de lazer, a escola não mo ofereceu!). Depois fui passear com a família. Estava fora das 35 horas.Vamos ver se para a semana temos mais sorte!"Ou então: -"Ó Stor!!! Outra vez o mesmo CD???
Tenham lá paciência. mas já requisitei outros no ano passado (iguaizinhos a uns que comprei para me entreter enquanto brinco com os meus filhos depois das 35 horas). Ainda estou à espera. Mas esta música é muito interessante, ora vamos lá abordá-la de uma outra forma, de certeza vocês vão gostar muito." (É que os professores que não tiverem imaginação e uma atitude muito positiva, não são bons profissionais).Ou ainda:"Desculpem lá, mas vou ao cinema com a minha mulher! São 17h e não posso continuar nesta reunião!" (Claro que posso ser obrigado a isso, se pagarem as horas extraordinárias ou um suplemento de isenção de horário!")
Já agora, e a propagada necessidade de formação contínua, de actualização??? No meu tempo familiar??? NEM PENSAR!!! Só nas desejadas 35 horas!!!!EU QUERO UM HORÁRIO DE 35 HORAS!!!! E QUERO ORGANIZAR A MINHA VIDA PROFISSIONAL À VOLTA DESSAS 35 HORAS!!!! Exijo que me obriguem a estar na escola 35 horas, e mais nada! Ou então calem-se e não me falem mais nisso pois, com jeitinho, pego num cronómetro e passo a impor-me 35 horas, mesmo que não mo obriguem!!!Não gozem comigo!
A sério, vamos pedir as 35 horas! Já agora, gostava de ver um estudo comparativo, sério, entre diferentes carreiras de licenciados. Horários, remunerações, sistemas de saúde, etc. Também gostava REALMENTE de saber que raio de privilégios é que tenho! É que se me parece que a nossa carreira é uma aberração, com um topo decente mas uma metade inicial uma anedota, seria interessante saber e não só parecer.E para acabar, porque será que uma profissão que dizem tão privilegiada também dizem que só tem aqueles que não encontram mais nada??? Gostava de perceber, mas sou professor, não chego lá!
Eu também quero trabalhar as 35 horas na escola! Mas quero mais... Quero tirar as férias em diferentes alturas do ano e não ter de gramar sempre o Agosto!!! Tudo tão caro nesse mês. Vou já escolher: quero uma semana em Março, outra em Novembro e duas semanas na 1ª quinzena de Julho! E vou vender o meu PC de casa porque vou conseguir fazer tudo na minha escola!! Vai ser fantástico!Vamos todos lutar pelas 35 horas!
Eu também quero trabalhar as 35 horas na Escola. E, já que ficamos cada vez mais igualados aos outros funcionários públicos, também quero poder marcar férias fora do período que medeia entre 15/7 e 31/8 (ou uma semana além, por causa do Serviço de Exames). É que fora desse período gozo melhor as férias: - há menos gente e tudo sai mais económico.Quero também deixar de ter o porta-bagagens do meu carro transformado num escritório ambulante, carregando testes, apontamentos e livros de casa para a Escola e vice-versa. Também quero poupar nos tinteiros para a impressora, nas resmas de papel e na energia eléctrica que gasto em casa, à conta da necessidade de preparar aulas, instrumentos de avaliação, reuniões, etc.
E mais, quero almoçar a horas e com sossego. As sandes do bar da Sala dos Professores, ingeridas num curto espaço de tempo, já me estavam a fazer mal ao estômago.Também quero que as reuniões acabem a horas e não se prolonguem para além das 20 horas, já para não falar de alguns Pedagógicos em que a Ordem de Trabalhos traz assuntos mais complicados que vão para além dessa hora. Quero sair à noite descansadamente, para tomar um café, sem pensar que ainda tenho alguns testes para corrigir, algumas notas a rever por causa das avaliações intercalares, etc...
Vamos exigir as 35 horas na Escola!!! Eu tambem quero as 35 horas na escola, e não ter que me preocupar com o trabalho quando estou em casa.TAMBEM NÃO ME QUERO PREOCUPAR COM AS 3HORAS DE VIAGENS QUE FAÇO TODOS OS DIAS DE ESCOLA PRA CASA E DE CASA PARA A ESCOLA, E TER A REGALIA DE GASTAR UMA PIPA DE MASSA PARA ME DESLOCAR DE QUE ME POSSO QUIEXAR EU... ATÉ TENHO QUE TRABALHAR AOS SÁBADOS DURANTE TODO O DIA COM O DESPORTO ESCOLAR E ME DOU AO LUXO DE NADA RECEBER PARA ISSO...

quarta-feira, setembro 28, 2005

Nota de esclarecimento

Qualquer semelhança entre a cor do template deste blog e a campanha publicitária de uma operadora de comunicações móveis é mera coincidência.

sábado, setembro 24, 2005

National Geographic Photo of the Day


As últimas fotos do National Geographic têm sido magníficas!

Para os amantes da Fotografia e da Natureza há lá autênticas pérolas. E dão uns bons wallpapers.

Bom fim-de-semana!

terça-feira, setembro 06, 2005

Couch Surfing

Isto de não conseguir um(a) parceiro(a) para dividir aqui o apartamento está a dar-me a volta à cabeça!

Agora encontrei um site em que os membros desse mesmo site disponibilizam o sofá lá de casa para que outras pessoas de qualquer parte do mundo possam ter onde ficar quando viajam.
O lema é "O mundo é mais pequeno do que tu imaginas!" e é concerteza uma forma muito económica de se conhecer o mundo. Só é preciso um pouco de espírito aventureiro!

Eu até me inscrevia, pois em vez do sofá até tenho um quarto livre, mas o que estou a precisar mesmo é de alguém que divida a renda aqui de casa...

quinta-feira, setembro 01, 2005

Voltei!

Cá estou eu de volta à beira mar!

O final de Agosto trouxe-me a notícia da colocação na escola onde leccionei o ano passado, o que para mim, habituado que estou a conhecer uma ou mais escolas novas a cada ano que passa, é uma novidade.
Desta vez o Ministério lá conseguiu fazer as coisas a tempo e horas e sem erros, dando aos professores (uma pequena) margem para prepararem a partida para mais um ano lectivo.

Assim, vou estar longe de casa (e dos ares da Serra da Estrela), mas pelo menos numa zona bem agradável.

Já agora... fiquei com um quarto vago aqui no apartamento na Praia das Maçãs. Tem muito boas condições, a zona é extremamente calma e a vista é fantástica, como a foto acima o comprova.

Se houver algum interessado, podem contactar-me via email: nunomgl.fernandes@gmail.com


quarta-feira, julho 20, 2005

# 1 - Até ao Meu Regresso!


Foto de Carlos Ferreira


Agora é que estou mesmo de partida! Vou deixar a Beira Mar e vou para a Beira Alta, com saudades do pôr-do-sol no mar visto da janela do meu quarto, do cheiro a maresia que entra pelo carro a dentro ao fazer a estrada das Azenhas à Praia das Maçãs, do típico nevoeiro que torna os dias de Verão bem mais frescos...

Durante uns tempos vou fazer uma pausa neste blog e as visitas aos vossos também serão menos regulares, mas voltarei em breve e com baterias carregadas.

A todos aos que deram força ao À Beira Mar, a todos os que passaram por aqui um bem-haja e até breve.

Um abraço e boas férias!

terça-feira, julho 19, 2005

# 2 - Onde a Terra Acaba...



Esperem lá que ainda não fui embora. Aquilo das malas foi para adiantar serviço. Hoje ainda vou dar um saltinho à praia, que parece estar muito bom.

O ponto mais a ocidente da Europa visto pela lente de José Elias.

Este local é destino de inúmeras excursões, passeios motards, etc. que principalmente ao fim de semana o tornam mais agitado. Para mim é bem mais bonito nos finais de tarde em que só se ouvem duas ou trâs gaivotas que por ali passam e o mar a bater lá bem em baixo.


segunda-feira, julho 18, 2005